LEV DESIGN

Os 5 erros mais comuns feitos ao projetar imagens 3D

compartilhe

Você consegue diferenciar um 3D profissional de um 3D amador? Com certeza, certo? Mas ao projetar imagens 3D, como ter garantia que seus clientes irão gostar do que você produz?

Hoje vamos te apresentar os 5 erros mais comuns que até mesmo os profissionais mais experientes de 3D cometem. 

Ao entender os detalhes desses erros, eles deixam de ser um risco para você e seu cliente. 

E antes de te mostrar a base de um 3D amador e ruim, pensa aqui com a gente: 

“Por que apenas fazer 3D sem uma metodologia pode ser tão perigoso e difícil de produzir?

 

Continue lendo…

Para gente é muito claro: 

  1. Fica quase impossível encontrar bons blocos 3D.
  2. Humanização se torna deficiente. 
  3. Texturas e materiais sem realismo. 
  4. Iluminação sem equilíbrio. 
  5. Não tem estudo de enquadramento.

Esses são os 5 exatos erros que podem dificultar um bom resultado em uma imagem 3D renderizada. 

Então, vamos saber um pouco mais sobre cada um deles:

 

Os 5 erros mais comuns ao projetar imagens 3D

Caminho errado

 

Se o objetivo é convencer o cliente sobre a sua ideia, atrair clientes para o seu negócio e se diferenciar em um mercado tão competitivo, então você precisa ficar atento a estes 5 erros:

  1. Escolha de Blocos 3D.
  2. Humanização.
  3. Texturas.
  4. Iluminação. 
  5. Enquadramento.

Simples, não é mesmo?

Mas, se antes de projetar imagens 3D você já encarou a a tela do seu computador sem saber como e onde melhorar ou até mesmo travou em uma parte do seu render por falta de clareza sobre quais próximos passos dar…

…Você sabe que para renderizar e ter o resultado que deseja não basta apenas “apertar o botão do render”.

Felizmente, existem técnicas e fórmulas que nos ajudam a usar de maneira correta o V-Ray para acertar no resultado final. 

Erro #1: Escolha dos Blocos 3D  

Você já deve ter lido dicas de como encontrar bons blocos 3D, como por exemplo:

  • Ativar a opção Likes do 3D warehouse;
  • Procurar por nome de designer, loja ou do mobiliário;
  • Comparar o bloco 3D com a foto real dele.

Mas, não é sobre essas dicas que vamos falar aqui hoje. 

Após todos esses 11 anos trabalhando com 3D e apresentação de projeto, e hoje com mais de 2500 inscritos em nossos cursos, nós chegamos à seguinte conclusão:

Por isso, não basta apenas seguir essas regras que listamos acima. Elas por si só não são o suficiente.

Falamos isso, afinal esse tema é um dos mais pedidos no nosso instagram. E mesmo entregando todas as dicas e macetes para a nossa audiência, ainda assim, as pessoas não conseguiam encontrar blocos como os nossos ao projetar imagens 3D.

Passamos um bom tempo nos questionando porque para nós era fácil encontrar esses blocos excelentes, e para a nossa audiência, não. 

Nossa audiência busca os 3Ds no mesmo site que nós, ou seja, bebemos da mesma fonte. Ainda assim, essa continua sendo uma dificuldade. 

Então, depois de muito estudo e pesquisa com a nossa audiência, entendemos que: 

Não basta dominar a técnica, é preciso treinar o olhar. 

olhar-projetar imagens 3D

Isso mesmo. Se o seu olhar não está treinado, os blocos 3D excelentes vão passar despercebidos por você.

Não basta saber como pesquisar, é preciso saber o que pesquisar. Porque senão qualquer mobiliário 3D serve.

Por isso, ter um repertório de referências boas e também ruins é essencial para a escolha dos elementos que vão compor a sua cena. 

E como treinar o olhar para encontrar os blocos 3D certos para seu projeto?

Consumir conteúdo de fotos de projetos de maneira ativa. 

Ou seja, observar como são os mobiliários na vida real. Os contornos, material, “dobrinhas”, profundidade, tamanho, proporção, como a luz incide sobre eles. 

Erro #2: HUMANIZAÇÃO 

computador-projetar imagens 3D

Se encontrar os blocos 3D certos para o seu projeto ajuda a melhorar o resultado final, o mesmo se aplica para a humanização.

Humanizar é dar vida ao seu projeto.

Colocar elementos decorativos que trazem a sensação de que alguém vive naquele espaço, é essencial ao projetar imagens 3D.

Mas, assim como colocar poucos elementos decorativos é ruim, colocar muito também é ruim. 

Da mesma maneira que precisamos organizar nossas ideias para apresentar um projeto em uma reunião, o mesmo se aplica para organizar os objetos decorativos dentro do 3D. 

Ter esse apreço e cuidado na composição de peças decorativas também no 3D faz a maior diferença do mundo.

Logo, prepare seu 3D da mesma forma que um fotógrafo profissional compõe o cenário para tirar uma foto digna de sair em uma capa de revista.

 

Erro #3: Texturas

texturas-projetar imagens 3D

 

Eu não sei você…

Mas toda vez que vejo um render sem seleção alguma de texturas eu penso:

É sério esse render?

A resposta é um grande NÃO. 

Um 3D sem uma seleção de texturas apuradas pode jogar todo o seu trabalho de horas fora. 

Para dar vida ao seu render e torná-lo interessante, você precisa saber escolher as texturas que irão representar os materiais do seu projeto levando em consideração:

  1. Escala da textura aplicada;
  2. Tamanho da textura (qualidade da imagem). Em média 1000x1000px;
  3. Texturas sem sombra de borda (iluminação uniforme);
  4. Sem repetições;
  5. Saturação.

Agora… por favor, não exagere no rejunte. 

Evite texturas que já vem com rejunte, pois ao escalar a textura, o rejunte na maioria dos casos fica fora de proporção. Grandes demais. 

Você pode modelar um rejunte direto no sketchup, transformar em componente, e depois sair replicando ele.

Dessa forma, você tem total controle da espessura e cor dele. 

Erro #4: Iluminação 

iluminação-projetar imagens 3D

Esse é o calcanhar de Aquiles da maioria dos arquitetos e designers

  • A imagem fica escura demais;
  • Ou clara demais;
  • Ou amarela demais;
  • E quem sabe, até mesmo um mix de uma iluminação com um toque de verde com azul.

É fundamental ter em mãos uma metodologia clara, com o passo a passo que vai te guiar, te pegar pelas mãos, e te conduzir na direção correta.

Não tem jeito. 

Não basta apenas se guiar pela intuição e no chute como uma questão de múltipla escolha no qual não sabe a resposta correta e “chuta” pelo sentimento,  probabilidade ou eliminação. 

E para isso, é preciso dominar apenas 10% do Vray. Isso mesmo, 10%.

De início, olhar para todas aquelas configurações que vem no V-Ray pode assustar. 

Mas, ao saber exatamente onde precisa ir, dominar apenas os 10%, já garante resultados como os nossos aqui na Lev. 

Os outros 90%, podemos deixar automatizado. Como um template que funciona como base para todos os projetos 3D.

 

Erro #5: Enquadramento

celular-projetar imagens 3D

Já falamos sobre ele em outros artigos aqui em nosso site, mas são 3 pontos factíveis de erro. 

  1. Altura do observador. Como corrigir? 
    1. Para ambientes externos 1.65m. Para ambientes internos por volta de 1,10m
  2. Distorção de câmera. Como corrigir? 
    1. Deixar entre 30 e 45 graus;
  3. Linhas da vertical perpendiculares ao piso.  Como corrigir? 
    1. Indo na barra de ferramentas do Sketchup, Camera, e ativando Perspectiva de Dois Pontos.

 

como aprimorar o nível da sua apresentação ao projetar imagens 3D

Hoje, compartilhamos com você 5 erros comuns cometidos no render.

Sabemos que são muitos os desafios para conseguir resultados expressivos em seu render.

Pode ser que na prática do dia a dia você se sinta um pouco perdido de como esses erros e tantos outros. 

Portanto, é por esse motivo que decidimos dividir tudo que aprendemos ao longo de mais de 11 anos atuando nessa área de apresentação de projeto no mercado de trabalho.

Com a nossa experiência, criamos uma metodologia onde ensinamos o passo a passo para fazer imagens 3D foto realistas como os da Lev.

Produzimos imagens renderizadas usando o Sketchup, o V-Ray e o Photoshop, e com a metodologia Lev, aumentamos em até 10x a nossa produtividade e resultados.

E nós estamos disponibilizando a oportunidade de você ter acesso completo a nossos processos, checklists, o passo a passo para criar imagens 3D e alcançar alta performance.

Porque nós estamos comprometidas em ajudar arquitetos e designers a alcançarem todo o seu potencial e conquistarem melhores oportunidades com suas imagens, como foi pra gente.

Então te convidamos a conhecer a metodologia completa que desenvolvemos, basta se inscrever na lista de espera do LevUp para você ter acesso e receber mais informações;

 

Conheça a metodologia Lev para produção de imagens 3D.

 

Com um caminho claro, e com um passo a passo, você vai economizar anos de tentativa e erro.

Esperamos poder te ajudar nessa jornada.

Gostou dessas dicas? Envie para os seus amigos! E se quiser receber mais conteúdo como esse, se inscreva na nossa lista vip.

Continue lendo

Outros Artigos

Qual é a lição que podemos tirar do Fyre Festival

Uma das questões que mais negligenciamos no nosso dia a dia é o planejamento das nossas tarefas. 
É possível enxergar em diversos seguimentos como a falta de planejamento pode acabar facilmente com uma empresa ou o trabalho de uma pessoa. 
Um grande exemplo disso é o evento Fyre Festival. O caso ocorreu em 2017 e até hoje é lembrado pela velocidade em que chegou ao gosto do público, e principalmente na rapidez em que virou um verdadeiro fracasso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.