LEV DESIGN

Como um Arquiteto ou Designer pode conseguir Trabalho Remoto

compartilhe

Em tempos de crise, como um Designer pode conseguir trabalho remoto? Vamos explorar as possibilidades disponíveis no mercado. Confira!

Conforme o tempo vai passando e a quarentena obrigatória se estende, muitos profissionais ficam aflitos sem saber como conseguir fechar novos projetos.

A boa notícia é que não precisa se desesperar!

Pois tanto para arquitetos quanto para designers, existem plataformas que possibilitam o encontro entre profissionais e clientes.

No entanto, se inscrever em uma dessas plataformas pode não ser o bastante para garantir o faturamento mensal.

Por isso, hoje queremos falar sobre como um arquiteto ou designer pode conseguir trabalho remoto – sem depender exclusivamente de sites para freelas!

Leia também: “Como perder o medo do 3D e destravar seus resultados”

Qual a vantagem de trabalhar em casa?

02

Mas, antes de ir direto ao ponto vamos falar sobre os benefícios de trabalhar em casa? Afinal, nesse momento é preciso pensar pelo lado positivo, não é mesmo?

Tanto para aqueles que querem qualidade de vida, quanto para quem busca flexibilidade – o trabalho remoto é uma excelente alternativa.

Isso porque, além dos benefícios já citados acima, ao trabalhar em casa você consegue:

  • Explorar sua criatividade, podendo utilizar métodos e materiais que não usaria no escritório;
  • Fazer seus próprios horários, respeitando seu relógio biológico;
  • Evitar chateações e desavenças que se acumulam pelo excesso de horas trabalhadas no ambiente corporativo;
  • Economizar dinheiro com transporte e alimentação (isso é excelente né?).

Certamente existem outras vantagens que ao longo dos meses a gente vai descobrindo juntos…

Como funciona o Trabalho Remoto?

trabalho remoto

Decerto, se formos pensar no conceito podemos dizer que o trabalho remoto é aquele que garante ao profissional trabalhar de qualquer lugar do mundo, certo?

Mas, muita gente esbarra naquela ideia primitiva de que isso significa:

… ficar sentado na areia da praia com um computador no colo, tomando suco de manga.

Na verdade, não é nada disso!

O trabalho remoto requer do profissional compromisso e responsabilidade. E é muito difícil lidar com a demanda e com os prazos apertados.

Por isso, é preciso se organizar, ajustar seus horários de trabalho à sua rotina pessoal e focar nos projetos.

Você também vai gostar de ler: “Como reter mais informação e avançar no aprendizado”

 

Como um Arquiteto ou Designer podem conseguir Trabalho Remoto

Agora que você já sabe de tudo isso, vamos descobrir como um arquiteto ou designer podem conseguir trabalho remoto em tempos de pandemia!

Capriche no Portfólio

04

Reúna os seus melhores projetos em um documento virtual.

Ou seja, mesmo que você não tenha realizado muitos trabalhos, selecione os melhores projetos acadêmicos que já fez e, crie um lindo portfólio.

Aqui no blog da LEV você encontra diversas dicas sobre Portfólio, como por exemplo, nosso artigo sobre “07 Passos para Criar um portfólio de Design Poderoso” (salve para ler depois).

Mas, vale dizer que através desse material é possível atrair clientes, oferecendo ideias baseadas nas criações que você já desenvolveu.

Além disso, o portfólio online é um meio de explorar sua identidade visual, fazendo com que você se destaque no mercado.

Marque presença nas Mídias Sociais

redes sociais

Sim, sim, sim!

As redes sociais estão aí para serem exploradas e diante desse cenário, é preciso ter uma voz ativa nas mídias.

Você pode aproveitar o espaço para divulgar projetos anteriores, para se aproximar de clientes em potencial e para aumentar os canais de comunicação com as pessoas.

Isso serve tanto para atrair mais clientes, quanto para melhorar seu networking.

Por isso, se for possível crie um perfil profissional no LinkedIn e explore todos os recursos do Instagram e Facebook. É importante não misturar assuntos pessoais com profissionais.

Lembre-se que esse é o momento ideal para aproveitar as oportunidades e conhecer novas ferramentas. Por isso, aproveite!

Mantenha o contato com antigos clientes

06

Com certeza essa é uma tática eficiente!

Se nesse período você está sofrendo com uma baixa na cartela de clientes, por que não ligar ou mandar um e-mail para os clientes antigos?

Quando somos comprometidos com a qualidade de nosso trabalho, garantimos o bom relacionamento com o cliente – e isso se estende ao pós-venda.

Portanto, nesse sentido é fundamental restabelecer o contato como pessoas que já lhe deram o voto de confiança anteriormente.

Que tal inovar, criando um cartão de visita virtual e enviando direto para o e-mail da pessoa?

Renove sua tabela de preços

07

Você sabe quanto cobrar de um cliente?

Talvez o seu valor até esteja dentro do valor praticado pelo mercado, mas será que durante a pandemia todos estão mantendo seus antigos valores?

Infelizmente é preciso estar atento às demandas do mercado, para não ficar para trás e obsoleto.

Faça pesquisas, converse com colegas de profissão e estude a possibilidade de reestruturar sua tabela de preços.

Não significa que você tenha que jogar os seus preços lá embaixo. Não é isso!

Mas é importante ter os pés no chão para garantir o salário no final do mês.

Uma maneira de elucidar essa reestruturação é:

  • Defina um valor justo por hora trabalhada;
  • Pense em um valor flexível para os serviços adicionais;
  • Avalie a possibilidade de oferecer pacotes promocionais.

Participe de eventos online

08

Durante essa pandemia estamos vivenciando a “Era das Lives”.

Tem live no Youtube, Facebook, Instagram…

Mas também existem os Workshops, as chamadas de vídeo etc.

Por isso, muita atenção quanto aos eventos online da sua área. Pois, dentro desse movimento existem muitos clientes que ficam de olho nos profissionais, a fim de fechar novos projetos.

Essa dica também pode se estender à participação de grupos, onde é possível apresentar o seu trabalho e fazer parcerias focadas em trabalho remoto.

Esteja em plataformas de concorrência criativa

trabalho em equipe

Você já conhece as crowdsourcing?

Em linhas gerais, o “Crowdsourcing” é um modelo de estruturação de processos, focado em utilizar a sabedoria coletiva para o desenvolvimento ações e projetos.

O grande diferencial dessas plataformas é que elas são focadas nas soluções que os profissionais têm a oferecer.

Ou seja, o cliente já entra sabendo o que ele quer, enquanto o profissional faz exatamente o que se propõe a fazer!

Portanto, seja para quem quer trabalhar em casa, ou ainda, para quem precisa se adaptar à essa nova realidade, essa modalidade é uma excelente opção!

Essas dicas te ajudaram? Então compartilhe esse conteúdo com aquele colega que precisa de um “empurrãozinho” e lembre-se de se inscrever em nossa lista vip para receber nosso conteúdo em primeira mão!

Continue lendo

Outros Artigos

Qual é a lição que podemos tirar do Fyre Festival

Uma das questões que mais negligenciamos no nosso dia a dia é o planejamento das nossas tarefas. 
É possível enxergar em diversos seguimentos como a falta de planejamento pode acabar facilmente com uma empresa ou o trabalho de uma pessoa. 
Um grande exemplo disso é o evento Fyre Festival. O caso ocorreu em 2017 e até hoje é lembrado pela velocidade em que chegou ao gosto do público, e principalmente na rapidez em que virou um verdadeiro fracasso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.