LEV DESIGN

5 Dicas para Renders de Interiores

compartilhe

Se você já renderizou seu projeto no Sketchup alguma vez já percebeu que não é só apertar aquele botão do render e tudo ficar lindo num passe de mágica!
Nós separamos dentro da nossa metodologia 5 dicas especiais pra ajudar você na composição das suas imagens.

 

Você pode conferir nosso vídeo no Youtube com as 5 dicas com exemplos e práticos no Sketchup e V-Ray. Só clicar aqui!

Vamos lá?

 

#1 – Pesquisa de Referências

Nhé nhé nhé, eu sei que desde de a faculdade você ouve isso de fazer pesquisa de referência antes e blá blá blá, mas o que você não sabe é que quanto mais você ignora essa dica mais tempo vai ficar patinando por não ter o mínimo de norte para se guiar.

Sério eu sei que parece uma dica mais do que óbvia, mas no dia a dia ou ela é superestimada (ou seja você perde completamente o foco, começa pesquisando imagens de referência para quarto de bebê e termina lendo sobre as férias da Pablo Vittar nas Maldívias) ou ela é subestimada (aqui a pessoa se acha boazona demais e não faz a pesquisa e DE NOVO perde um tempão patinando no projeto só na tentativa e erro).

Então pra essa dica ser de fato prática, você tem que estipular um tempo pra ser objetivo na sua pesquisa. É simples, você organiza o seu dia e separa 20 min (tem que colocar algum cronometro, pode ser do celular mesmo) para a pesquisa sobre o assunto, projeto, referência. E assim que terminar o tempo você começa a projetar a partir de uma seleção.

Isso faz uma diferença tremenda. Tenta e depois me fala o que achou.

Para imagens de arquitetura nós usamos o Pinterest ou o Houzz, que é um site gringo mas bem dividido em categorias.

 

#2 Invista Seu tempo em Blocos de Qualidade

 

 

Uma diferença gigante entre um render ruim e bom está muitas vezes na qualidade dos blocos que você insere no seu projeto.

O Sketchup tem uma super vantagem em relação aos outros programas porque conta com uma biblioteca imensa feita pelos próprios usários, o 3D Warehouse.

Aí sempre rola aquela pergunta:

-Mas como eu acho bons blocos?

Aqui como na dica anterior, você pode se perder no tempo e ficar pesquisando eternamente o que colocar no projeto. Portanto, primeiro DEFINA o que você quer buscar.

E para achar blocos mais selecionados você pode ativar o filtro “Most Liked” que fica na lateral. Ele vai trazer os resultados que os usuários curtiram, logo, melhores blocos.
Outra dica extra aqui, é colocar o nome da loja do objeto, ou nome do designer ou ainda pesquisar pela marca. Tudo isso ajuda muito a achar blocos melhores.

 

#3 Tamanho e Escala dos Objetos

Esse é um dos erros mais recorrentes, que não vemos, não percebemos e que passam batido.

Mas eles tem um impacto grande em quem está vendo as imagens.

Se um objeto da sua cena estiver fora da escala, o seu render vai deixar na cara que tudo ali é FALSO.

Então tenha certeza do tamanho das coisas no seu render. Desconfie até mesmo dos móveis.

Pra você verificar é simples, basta uma pesquisa no google com a referência do modelo que você está usando, procure no site do fabricante o que vende o móvel as medidas, e confira com as medidas que estão no seu 3D.

Lembre também de conferir, altura de mesas, assento de banco, cadeiras, bancadas… esses elementos as vezes vem com outra unidade de medida e ficam fora da escala.

 

#4 Evite Ângulos Muito Abertos

Acontece muito no dia a dia, de ficar horas fazendo o projeto e na hora de renderizar a gente quer que tudo apareça na cena, certo? Errado. Por que quando fazemos isso, aumentamos o ângulo de visão da camêra e tudo fica confuso.

O problema do ângulo aberto é a composição. Quem está vendo pra essa imagem pela primeira vez não sabe para onde olhar.

Falta foco.

Afinal você quis mostrar tudo de uma vez.

Então seu espectador fica confuso.

Então considere fazer ângulos mais fechados.

Por exemplo, ao invés de usar um formato de imagem horizontal (ou widescreen), você pode usar o modo retrato, uma imagem em pé, mais vertical e colocar somente um trecho do seu projeto.

E também fazer cenas de diferentes ângulos usando as cenas.

Quando você escolher a disposição retrato no V-Ray, tenha atenção no field of view, ou campo de visão. Ele representa a distorção da câmera e quando você muda ele força esse ângulo deixando seu render bastante falso.

Pra corrigir tem que acessar essa informação no Sketchup e colocar um novo ângulo para a câmera.

Os ângulos que mais se aproximam do olho humano são entre 30 a 45 graus.

 

#5 Cantos arredondados

Outra dica que melhora o realismo dos seus blocos é adicionar cantos arredondados.

Se você observar no mundo ao seu redor, vai perceber que é bem difícil existir um canto 100% reto, até porque ele pode ser até perigoso, pode cortar.

Na maioria das vezes temos um leve arredondado na arestas. Essa mudança faz bastante diferença num final de render porque a luz passa de maneira mais natural no material.

Para arredondar nos nossos modelos usamos um plugin gratuito no Sketchup que é o Round Corner.

Segue aqui o link.

Conclusão

Deixar seu render com cara mais realista, depende de uma somatória de fatores: configuração de luz, materiais, reflexos, além do projeto em si. Nós separamos essas dicas pra ajudar no seu processo de produção.

Mas caso você queira de aprofundar mais, temos um treinamento presencial e online do Método LEV para Produção de Imagens. Entre em contato para mais informações.

 

Continue lendo

Outros Artigos

Qual é a lição que podemos tirar do Fyre Festival

Uma das questões que mais negligenciamos no nosso dia a dia é o planejamento das nossas tarefas. 
É possível enxergar em diversos seguimentos como a falta de planejamento pode acabar facilmente com uma empresa ou o trabalho de uma pessoa. 
Um grande exemplo disso é o evento Fyre Festival. O caso ocorreu em 2017 e até hoje é lembrado pela velocidade em que chegou ao gosto do público, e principalmente na rapidez em que virou um verdadeiro fracasso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.